suporte@ownyoureducation.org

Meio aquático – Zonas húmidas

Atividade: Exploração de zonas húmidas e construção de modelos

Esta atividade, centrada nas zonas húmidas, combina a exploração prática, a observação e o pensamento crítico. Foi concebida para que possa aprender sobre as características, a importância e o papel ecológico das zonas húmidas.

Objetivo: Introduzir as crianças no conceito de zonas húmidas, a sua importância e a diversidade de plantas e animais que as habitam, ao mesmo tempo que promove o pensamento crítico e as capacidades de observação.

  • Materiais necessários:
  • Cartaz ou placa de papel grande
  • Pequenos seixos
  • Pequenos paus
  • Musgo
  • Cartolina
  • Tintas
  • Marcadores, lápis de cera ou lápis de cor
  • Fotos ou desenhos de plantas e animais de zonas húmidas (ou acesso a imagens online)
  • Pequenos animais de brinquedo que representem criaturas das zonas húmidas (por exemplo, patos, rãs, insectos)
  • Pequenos recipientes para água
  • Pequenas pedras, areia e terra
  • Materiais de artesanato (opcional) para criar mini elementos de zonas húmidas (papel de construção, algodão, etc.)


COMO CRIAR, PASSO A PASSO, O SEU DIORAMA DE HABITAT DE ZONAS HÚMIDAS EM PRATOS DE PAPEL

  • Comece por dobrar o prato de papel ao meio, criando um vinco distinto.
  • Abra o prato de papel dobrado, revelando as suas duas metades.
  • Pinte uma metade de verde e a outra de azul para imitar a água e a terra de um ambiente húmido.
  • Distribua quantidades generosas de tinta azul, verde e castanha nas áreas designadas do prato onde pretende representar a água.
  • Pincele a tinta, deixando-a um pouco espessa para lhe dar uma sensação de dimensão. Esta espessura capta o aspeto natural e turvo frequentemente observado nas águas das zonas húmidas.
  • Enquanto a placa seca, leve o seu filho a pesquisar e a desenhar vários animais das zonas húmidas em cartolina branca. Estes desenhos irão mais tarde povoar o habitat.
  • Quando a placa pintada estiver seca, utilize tinta ou marcadores para acrescentar formas semelhantes a árvores na metade superior da placa, criando um pano de fundo contra o céu.
  • De seguida, incorpore musgo, pequenos seixos e paus na metade inferior do prato. Estes elementos podem ser colados para que permaneçam ou colocados à solta para que possa brincar mais.
  • Para criar árvores, considere a possibilidade de colar musgo em pequenos paus com cola quente.
  • Fixe estes paus cobertos de musgo à base do diorama, aplicando uma pequena quantidade de cola.
  • Finalize o cenário introduzindo animais de plástico ou incorporando os desenhos em papel de criaturas das zonas húmidas que o seu filho criou anteriormente. Coloque estes animais no diorama para completar a representação do habitat das zonas húmidas.
  • Seguindo estes passos, pode criar sem esforço um Diorama de Habitat de Zonas Húmidas em Prato de Papel, oferecendo às crianças uma experiência visualmente envolvente e educativa para explorar as maravilhas dos ecossistemas das zonas húmidas.

SUGESTÕES DE INTRODUÇÃO E PLANEAMENTO DE TÓPICOS

Introdução às zonas húmidas:

  • Comece por discutir com as crianças o que são as zonas húmidas e onde se encontram. Explique o seu significado em termos de biodiversidade, filtragem de água e controlo de cheias.


Criar um modelo de zona húmida:

  • Numa folha grande de cartolina ou papel, ajude as crianças a desenhar o contorno de uma paisagem de zona húmida. Inclua áreas de água, vegetação e uma linha costeira.
  • Discuta os tipos de plantas e animais que habitam as zonas húmidas e como estão adaptados a este ambiente.


Acrescentar elementos de zonas húmidas:

  • Forneça às crianças pequenos recipientes cheios de água, pedras, areia e terra.
  • Incentive-as a criar elementos de zonas húmidas em miniatura dentro do modelo, tais como massas de água, zonas pantanosas e manchas de vegetação. Pode utilizar os materiais para construir diferentes partes da zona húmida.


Observar as criaturas das zonas húmidas:

  • Apresente pequenos animais de brinquedo que representem criaturas das zonas húmidas (patos, rãs, insetos, etc.).
  • Peça às crianças para colocarem estes animais nas partes apropriadas do modelo da zona húmida, considerando onde cada criatura residiria naturalmente.

Debate e exploração:

Envolva as crianças num debate sobre as interações entre os diferentes elementos do modelo da zona húmida. Faça perguntas como:

  • Como é que as plantas ajudam o ecossistema das zonas húmidas?
  • Porque é que as zonas húmidas são importantes para as aves e animais aquáticos?
  • Que papel desempenha a água no ecossistema das zonas húmidas?
  • Imaginação e Criatividade:
  • Convide os seus filhos a utilizar materiais de artesanato para criar elementos adicionais de zonas húmidas, tais como taboas, nenúfares ou juncos. Podem colar estas criações no modelo para aumentar o seu realismo.
  • Desafio de pensamento crítico:
  • Apresente às crianças um cenário que ameaça a zona húmida, como a poluição ou o desenvolvimento urbano.
  • Discuta em grupo ou em pares como podem abordar ou prevenir a ameaça e proteger o ecossistema das zonas húmidas.

Através desta atividade didática, as crianças alcançarão os seguintes resultados de aprendizagem:

Compreensão ecológica: As crianças adquirem conhecimentos sobre as características, a importância e o papel ecológico das zonas húmidas na manutenção de uma vida vegetal e animal diversificada.
Capacidade de observação: Colocando os animais das zonas húmidas em locais apropriados e discutindo as suas interações, as crianças melhorarão as suas capacidades de observação.
Expressão criativa: A criação de elementos de zonas húmidas em miniatura e a utilização de materiais de artesanato incentivam a criatividade e o pensamento imaginativo.
Pensamento crítico: O desafio do pensamento crítico leva as crianças a considerar questões do mundo real e a desenvolver soluções, promovendo o pensamento crítico e as capacidades de resolução de problemas.
Colaboração e comunicação: As discussões em grupo e as atividades de colaboração promovem a comunicação e o trabalho de equipa entre as crianças.
Consciência ambiental: A atividade promove a apreciação do valor das zonas húmidas e a necessidade da sua conservação.
Ao participarem nesta atividade de exploração de zonas húmidas e de construção de modelos, as crianças não só aprenderão sobre as zonas húmidas, como também desenvolverão uma ligação mais profunda ao mundo natural e um sentido de responsabilidade pela sua preservação.

imagem copyright de tinasdynamichomeschoolplus.com

Sugestões semelhantes

0 Comments

Submit a Comment

Translate »